Horário: Encerrado ao público por motivo de obras de reabilitação do edifício

TEXTEmunhos | Biografia | Tiago Salazar

Nasceu em Lisboa, em 1972. Formou-se em Relações Internacionais e estudou Guionismo e Dramaturgia em Londres. É doutorando no Instituto de Geografia, com uma tese sobre A Volta ao Mundo, de Ferreira de Castro. Trabalha como jornalista desde 1991, atualmente como freelancer, tendo vencido o prémio Jovem Repórter do Centro Nacional de Cultura em 1995. É formador de Escrita e Literatura de Viagens. Idealizou, escreveu e apresentou o programa Endereço Desconhecido, da RTP2.

Foi Bolseiro da Fundação Luso-Americana na cidade de Washington, em 2010.
Venceu o prémio Literatura na XVII Gala dos Prémios da revista Mais Alentejo, em 2018, com A Escada de Istambul.

É autor de: Viagens Sentimentais (2007), A Casa do Mundo (2008), As Rotas do Sonho (2010), Endereço Desconhecido (2011), Crónica da Selva (2014), Hei-de Amar-te Mais (2013), O Baú Contador de Histórias (2014), Quo Vadis, Salazar? Escritos do Exílio (2015), A Escada de Istambul (2016), que representou Portugal no Festival do Primeiro Romance de Chambéry, O Moturista Acidental (2017), A Orelha Negra (2019), A Fala-Barata (2020) e O Magriço (2020).

Venceu por duas vezes o Prémio Textos de Amor Manuel António Pina, organizado pela Museu Nacional de Imprensa, a mais recente em 2020, com o texto dramático Mal me Quero.