Horário: Encerrado ao público por motivo de obras de reabilitação do edifício

TEXTEmunhos | Biografia | José Alberto Postiga

Nasceu na Póvoa de Varzim, em 1977. Proveniente de uma família humilde de pescadores, com apenas onze anos de idade, por motivos relacionados com costumes familiares e uma exígua noção da real importância do ensino escolar, abandonou prematuramente a escola e iniciou a sua vida laboral como pescador. Exerceu a profissão até aos 22 anos, afastando-se depois de o mar, em algumas ocasiões, lhe ter tentado roubar a vida.

O ano de 2005 levou-o até à Suíça central onde reside e trabalha até hoje, exercendo o cargo de líder de grupo na área da construção modular, para a qual se formou. Nos anos de 2011 e 2012 regressou à escola e concluiu com aproveitamento o ensino secundário. Considera-se um metamorfoseado, um autodidata, um proativo.

Publicou o seu primeiro livro, Palavras Sem Preço, em 2014. Seguiram-se as obras poéticas: O Inventário Do Sal (Insubmisso Rumor, 2016), A Litania Da Cinza (Editora Modocromia, 2018), Fevereiros Doutrinários (Editora Exclamação, 2020). A escrita, confessa, deixou de ser para ele um gozo e passou a ser uma necessidade incontornável.

Entre outras atividades literárias e culturais, assinou, durante o ano de 2017, uma crónica no Jornal Gazeta Lusófona, direcionado à comunidade lusa residente na Suíça; em 2018/2019 foi membro organizador do Expo Cultura Lusa (primeiro certame cultural realizado pela diáspora portuguesa na Suíça central) e entre 2019/2021 é conferencista convidado pela UNITRE (Universidade Popular – trilingue – em Lucerna, Suíça) onde conferencia no âmbito do curso Literatura Viva.