Horário: Encerrado ao público por motivo de obras de reabilitação do edifício

Navios numa tempestade

Navios numa tempestade

Dois navios mercantis holandeses apanhados numa tempestade no mar alto, com uma forte ondulação. A ausência de qualquer indício de terra aumenta o dramatismo da pintura. A composição estruturada em planos de luz e sombra escalonados, onde a luz é filtrada através de nuvens de chumbo, dando lugar a um jogo de reflexos, onde se fundem a água e o céu, acentua-lhe o efeito.

Denunciando a filiação à pintura neerlandesa de marinhas, de meados do século XVII, a linha do horizonte é baixa, ocupando o céu, dois terços da superfície pintada.

 

Pintor holandês não identificado

Países Baixos

Séc. XVII

Óleo sobre madeira

Proveniente do antigo paço episcopal de Lamego

Inv. ML 43