Horário: Todos os dias. Das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00

Naveta e colher

Naveta e colher

A naveta, cujo nome deriva do formato de pequena nau, destina-se a transportar os grãos de incenso para serem queimados no turíbulo, durante as celebrações solenes. Associada ao turíbulo (inv. 231) integra o conjunto de altar constituído por 24 peças encomendado ao ourives Tomás Correia, com atividade documentada entre 1690 e 1628, ao tempo do episcopado de D. Tomás de Almeida (1706-1709), depois nomeado 1.º patriarca de Lisboa, ou do seu sucessor, D. Nuno Álvares Pereira de Melo (1710-1733).

A elegância formal e decorativa da peça, com o vaso em forma de nau assente numa base alteada, a naveta é decorada com frisos de godrões, volutas de folhagem relevada e mascarões, é bem reveladora das capacidades técnicas do ourives, considerado um dos mais prestigiados de Lisboa.

 

TC (Tomás Correia)

Lisboa

1690-1728

Prata branca, dourada, relevada e cinzelada

Proveniente do paço episcopal de Lamego

Inv. ML 232