Horário: Todos os dias. Das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00

Cristo atado à coluna e Ecce Homo

Cristo atado à coluna e Ecce Homo

Provenientes da primitiva igreja da Misericórdia de Lamego, as duas imagens, tratando um dos assuntos mais recorrentes na encomenda artística ligada às Irmandades da Misericórdia, devem corresponder ao contrato realizado entre o escultor João António e o provedor António Gaspar, em 1567, para a feitura das imagens para a decoração dos altares, concluídas as obras da igreja. António Leitão, a quem fora encomendado anos antes o retábulo do altar-mor (ver Cristo atado à coluna, inv. 78 e Flagelação de Cristo, inv. 77), é chamado para a realização de novos trabalhos, em 1571, entre os quais, a pintura das imagens.

Destinadas à decoração do altar colateral do lado do Evangelho, aí permaneceram até à destruição do templo, na sequência de um incêndio que deflagrou na rua de Almacave, em 1911.

Produzidas em madeira, numa altura em que se privilegiava a pedra ou a cerâmica para a produção de imaginária destinada à decoração dos altares, estas esculturas são percursoras da escultura barroca, pese embora a abordagem maneirista, visível na proporção das imagens, à escala humana; na expressividade serena, de brandos movimentos; na marcação da musculatura algo exagerada, muito evidente no Cristo atado à coluna, na torsão excessiva do corpo, quase em desequilíbrio, como forma de expressar movimento.

 

Cristo atado à coluna

João António (escultor); António Leitão (pintor)

1567-1570

Madeira policromada

Proveniente da igreja da Misericórdia

Inv. ML 1619

 

Ecce Homo

João António (escultor); António Leitão (pintor)

1567-1570

Madeira policromada

Proveniente da igreja da Misericórdia

Inv. ML 1618