Horário: Todos os dias. Das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00

Carta Régia

“O imperador e rei (D. João VI) faz saber ao seu mordomo-mor D. Álvaro António de Noronha Abranches Castelo Branco, do conselho do rei, marquês de Torres Novas, comendador da Ordem de Cristo, grã-cruz de Nossa Senhora da Conceição e da Torre e Espada, gentil-homem da câmara imperial, que faz mercê a Duarte Taveira Pimentel, natural de Lamego, filho de José Taveira Pimentel de Carvalho, fidalgo da casa imperial e real, e neto de Manuel Teixeira Pimentel de Carvalho, do foro de fidalgo. Passa assim Duarte Taveira Pimentel a receber mil e seiscentos réis mensais de moradia de fidalgo cavaleiro e um alqueire de cevada diário. Este alvará deverá ser registado no Livro da Matrícula das Moradas da Casa Imperial e Real. Original; português; escrita caligráfica moderna; bom estado de conservação (parte inferior mutilada, mas sem danificar o texto); assinatura autógrafa da infanta; registos vários no verso, incluindo o do Livro da Matrícula das Moradas da Casa Imperial e real, datado de Lisboa, a 18 de julho de 1826.” (Morujão e Saraiva, 2002)

Autoria Desconhecida

Lisboa / 1825 d.C.

Pele e tinta

Antigo Paço Episcopal de Lamego

Inv. ML 961