Horário: Todos os dias. Das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00

Báculo

Báculo

Objeto atribuído no ato da consagração dos bispos ou na investidura de abades e abadessas, como testemunho da sua missão pastoral. Rematado em forma de T até aos séculos XII-XIII, evolui nos seus aspectos formais para remates curvilíneos (crossa) aludindo ao chamamento do fieis desavindos, enquanto a estrutura retilínea da haste nos remete para o exercício da justiça, integral e reta. De humilde cajado de madeira transforma-se em elegante obra artística, modelada em materiais nobres, traduzindo o poder e a riqueza do prelado e a grandeza da diocese ou do convento. Como este báculo, datado do século XVII, sem referência ao autor ou ao responsável pela encomenda, mas testemunho da mestria, da sobriedade e qualidade do ourives e do prelado.

 

Ourives não identificado

Portugal, 1601-1700

Prata dourada, relevada e incisa

Proveniente do antigo paço episcopal de Lamego

Inv. ML190