Horário: Encerrado ao público por motivo de obras de reabilitação do edifício

Exposição | Casa da Corredoura. Coleção de fotografia família Perfeito Magalhães e Menezes

No Museu de Lamego, de 1 de dezembro de 2022 a 8 de abril de 2023

A exposição Casa da Corredoura. Coleção de fotografia família Perfeito Magalhães e Menezes, inserida no calendário de atividades evocativas dos 20 Anos do Douro Património Mundial, vai ser inaugurada na próxima quinta-feira, 1 de dezembro, no Museu de Lamego.

Partindo de um álbum fotográfico da família Perfeito Magalhães e Menezes, que compreende cerca de uma centena de positivos fotográficos, a exposição remete para a vida na Casa da Corredoura, centro de um vasto território senhorial, situado na freguesia de Cambres, Lamego, entre o final do século XIX e os primeiros anos do seguinte.

A exposição, que é inaugurada no dia 1 de dezembro, pelas 15h00, no Museu de Lamego, divide-se por cinco núcleos temáticos, que nos conduzem por um discurso de intimidade e familiaridade, a partir de uma das casas mais abastadas do Douro, de onde se vê o rio, a terra e o universo humano ao seu redor.

O primeiro núcleo da exposição – A Casa – apresenta as grandes mudanças que ocorreram na transição entre o século XIX e o XX no tecido familiar e na economia da Casa da Corredoura.

O segundo núcleo – O Mundo Visto da Casa – mostra-nos o mundo rural, que se via em torno da velha casa senhorial.

O terceiro momento da exposição, com o título – Visões Românticas –, espelha a educação romântica, que os senhores da Corredoura cultivavam, baseada na leitura e na ilustração através de livros, jornais e revistas.

A exposição prossegue por um quatro núcleo – Retratos – que é talvez um dos mais importantes deste acervo fotográfico. Retratos naturalistas que focam não apenas os senhores da casa, mas todos os que com ela se relacionavam e a integravam.

O quinto e último núcleo – A Fotografia em Lamego – contextualiza a coleção da Casa da Corredoura no panorama da história da fotografia em Lamego, desde as suas origens, na primeira metade do século XIX, até à atualidade.

A exposição é complementada pelo projeto fotográfico de Luís Mascarenhas Gaivão, num registo da Casa da Corredoura 100 anos depois.

Com a curadoria de Nuno Resende, a exposição ficará patente no Museu de Lamego, até 8 de abril de 2023.